Ainda os Millennials

 In Gestão de Talento, Millennials

Em entrevista ao jornal Expresso desta semana, Paolo Fagnoni, director geral da Nestlé Portugal, afirma “Se pudesse mudar algo na minha carreira, agiria como millennial, sem o ser, e não como baby boomer que sou”.

Gosto desta afirmação e do que ela encerra. Leio-a como uma aceitação da geração que, dentro de poucos anos, estará no topo das organizações.

Recentemente, tive oportunidade de co- facilitar um workshop sobre comunicação para estudantes de uma das nossas mais prestigiadas universidades e devo dizer que fiquei surpreendida e em alguns momentos emocionada com a qualidade das suas prestações, desde o tipo de perguntas que surgiram, passando pelos momentos de desinteresse em que, nós facilitadores, tanto aprendemos, até à rapidez com que puseram de pé um excelente trabalho de equipa tanto ao nível dos conteúdos como da forma. Tudo isto, sempre com os computadores e os telemóveis ligados. Who cares?

Gostaria de ter descoberto, antes, algumas verdades que os baby boomers precisam de ouvir, escritas por um millennial e que pode ler aqui .

Recommended Posts

Leave a Comment

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.